21 fevereiro 2010

Votos para o ano novo: promessa para não ser cumprida?

No início de janeiro, postei uma mensagem com votos para 2010. Entre eles, eu manifestava o desejo de postar com maior regularidade, já que, ao comemorar os três anos de vida do blog, dei-me conta que a regularidade das postagens foi diminuindo ao longo do tempo. Em um arroubo, eu disse que até fabricaria assuntos, caso nada houvesse a ser postado! Rapidamente, contudo, dei-me conta que fizera uma promessa daquelas típicas de final de ano, ou seja, uma promessa que - todos sabemos - não será cumprida! Algo como, em 2010, vou perder alguns kilos e, finalmente, alcançar a tão sonhada barriga tanquinho! Pois é, nada disso ocorreu e Cris Mattos, uma das seguidoras do blog (incrível, eles existem e cabem em uma kombi!), postou um comentário reclamando da minha conduta. Que dizer, além de culpado, sem qualquer atenuante? Então, seria o caso de renovar a promessa? Não, nem pensar! Eu só estaria ampliando a frustração dos passageiros da kombi! Portanto, juro solenemente postar quando eu tiver algo a dizer ou compartilhar. Aliás, a segunda hipótese é bem mais relevante que a primeira... Assim, nesse fim de tarde dominical, em que a final do campeonato carioca não me desperta nenhum interesse, tiro algumas horas para atualizar o conteúdo do blog. Boa leitura aos passageiros identificados da kombi e aos anônimos surfistas da Internet...

Um comentário:

Guilherme Magno disse...

Professor Fragale! Sem qualquer puxa-saquismo devo informá-lo que acompanho seu blog continuamente seu blog faz quase 02 anos. Minimamente, consulto esta página 01 vez por semana. Sou, portanto, um contínuo seguidor. Reitero meu comentário feito a algum tempo atrás neste mesmo espaço: parabéns por um blog que é fonte inesgotável sobre a educação jurídica no Brasil.